Como cultivar mais autoconfiança no seu trabalho

Como empreendedor criativo, a autoconfiança é uma habilidade que deve ser cultivada pra que nós criemos a coragem de expor nossos produtos e serviços pra quem necessita deles.

 
Porém, ás vezes por experiências passadas (ruins!) temos pensamentos muito determinantes sobre nossas habilidades e acabamos ficando estagnados.

 
Como cultivar mais autoconfiança no seu trabalho / Autoconfiança no trabalho

 

Como cultivar mais autoconfiança no seu trabalho

Eu ainda tenho inseguranças em relação a tocar um pequeno negócio. Mas posso dizer que essas inseguranças não são coisas que mantém estagnada hoje em dia.

 
Com o tempo nós aprendemos que ao invés de competir, temos que perseguir a excelência nos nossos próprios sistemas e criações. É sabendo que estamos dando nosso melhor num trabalho que a autoconfiança se desenvolve.

 

Menos foco nos erros passados e mais no próximo passo.

Ressignificar suas experiências, é tentar desapegar dos erros e ver o que pode ser melhorado em cada uma delas.

Eu considero empreender como um constante aprendizado. Eu exercitei muito isso quando “reconstruí” o site do Glam e tive que comparar com as versões anteriores. Ao invés de bater a cabeça com tudo que fiz de errado antes, abracei a missão de melhorar mesmo que levasse um tempo significativo trabalhando nisso.

 
Até hoje ainda mudo algumas coisas por aqui que eu acho que não funcionam muito bem.

 

Ache referências.

Depois que você superou o “determinismo” é importante saber exatamente aonde você quer chegar.

 
Tendo referências você consegue definir o estilo de trabalho no qual você quer se dedicar, procurar tutoriais e cursos.

 

Sem referências a gente acaba focando só em resultados e não no trajeto.

E sim, o trajeto é importante. Conhecimento é um dos principais combústiveis na construção da autoconfiança.

 

Se exponha mesmo com medo.

A única maneira de saber como seu público anda reagindo ao seu trabalho é se expondo. Claro que, se você acha que realmente o trampo não ficou satisfatório, não é uma boa idéia. Mas se você tem pelo menos 70% de segurança, vale o risco.

 
Se expor aos seus clientes também faz com que você aprenda muito com eles.  A gente pode saber todas as regras e macetes de ponta cabeça, mas de nada vale se a pessoa não está satisfeita.

 
Eu aprendi muito sobre manter legibilidade usando fontes cursivas porque é algo que me pedem muito.

 

Defina pequenos objetivos diários.

Não precisamos ter uma lista longa com mais de 2 ou 3 coisas pra fazer. É melhor começar com pouco e perceber que somos disciplinados, e que conseguimos completar nossos pequenos objetivos do que ter uma lista longa que é quase impossível de se completar e acabar cada vez mais se frustrando.

 
Completar esses objetivos de curto prazo faz você ter mais firmeza pra definir objetivos de longo prazo. E a gente sabe que ter um objetivo completado dá muito mais ânimo pra continuar criando né?

 
Já falei aqui sobre o Trello, e ele é o aplicativo que me permite definir esses objetivos diários.

 
E aí, que técnicas vocês usam pra manter a autoconfiança em alta? Se vocês gostaram do post e acham que pode ajudar alguém compartilhem! Até mais.

Carla

Designer e ilustradora de São Paulo/SP compartilhando um pouco da minha jornada. Com uma apaixonite por cinema, gatos e as coisas glitterosas da vida.

No Comments Yet

Comente Aqui

Seu email não será publicado.



Projetos de Identidade Visual / Design de Logos / Identidade de Marca

Get the glamour:
carla@
glamgraphix.com

SEG-SAB
DAS 11:00 ÁS 19:00

Acreditamos: “Ninguém tem a sua essência e esse é seu super-poder.”

Save

Save

Save

Save